Identidade visual é premissa para uma marca de sucesso.

Identidade visual

Compartilhe esse post!

Quando pensamos em ter um negócio, assim nem sempre imaginamos o quanto a identidade visual pode fazer toda a diferença na hora da venda, certo?

Muitos acreditam que artes prontas de algum aplicativo podem dar vida a uma marca, mas nós garantimos: não é bem assim!

É preciso ir muito além. Saber quem você é, o que quer mostrar e a mensagem que quer passar é garantia de resultados para a sua empresa e nós vamos te mostrar como fazer isso.

Saber quem você é, o que quer mostrar e a mensagem que quer passar é garantia de resultados para a sua empresa.

 

Identidade visual: Mas afinal de contas, o que são os elementos de uma marca?

Você acha que a marca se resume ao logotipo? Então espera que te contaremos que isso não é verdade. Os elementos que a deixam única e exclusiva são: tipografia, padrão cromático, elementos de apoio, fotografia e enfim logotipo.  Então a partir disso que você começa a se diferenciar no mercado e tornar o seu negócio especial aos olhos dos consumidores. 

Entenda uma coisa: a identidade visual da empresa precisa ser sólida para que, diariamente, o consumidor recorde dela na hora de decidir a compra. Por isso, é necessário ter o apoio de um profissional qualificado que entenda todas as suas ideias para colocá-las em prática e tornar real a alma do empreendimento.  

Identidade visual: Que tal conhecer os processos de criação de marca? Confira:

Identidade visual: Briefing.

O que primeiramente precisamos buscar é conhecer e entender o cliente, afinal de contas, como criar uma marca se não conhecemos sua essência? Isso é o que chamamos de briefing. Nele, conversamos e alinhamos todas as sugestões.

Para a realização do briefing, realizamos algumas perguntas básicas e essenciais. São elas:

  • Qual é o público da marca?
  • Que adjetivos ela tem?
  • Como é a personalidade da sua marca: ela é sóbria? Engraçada? 
  • Se ela fosse uma pessoa, como ela seria?
  • Quem seria a persona da sua empresa?

Bônus: o legal é sempre saber o que o cliente não gosta e quais marcas ele se inspira. É no briefing que conhecemos a fundo e completamente o cliente para que a criação da marca seja a mais assertiva possível. 

 

Identidade visual: Benchmarking.

O briefing é importantíssimo para o processo de conhecimento do cliente, mas o benchmarking dá um toque especial nisso tudo. Agora é hora de conhecer o concorrente. Como assim? 

Resumindo, é um processo de comparação entre os “oponentes”, direta ou indiretamente, na forma como eles se comportam, se comunicam, quais as cores e formatos que utilizam. Mas por que isso? Para se posicionar de forma diferente de todos eles.

Essa etapa é crucial na hora de criação da marca porque precisamos de referências, boas ou nem tanto, para deixar a sua identidade visual do jeito que você merece e tanto sonha. 

Extra: na internet você encontra muitas dicas e ideias. Instagram, Pinterest e claro, o google, podem te ajudar nessa! 

 

Identidade visual: Marca pronta, é hora de pensar na comunicação.

As estratégias de comunicação, depois de uma marca feita, são inevitáveis para torná-la um sucesso. Por mais completa que a marca seja, sem boas ideias de comunicação ela não alavanca. 

E lembre-se: tanto o offline quanto o digital precisam ser lembrados nessa hora.  Confira nossos cases de marca.

 

Identidade visual: E a cor de uma marca, como escolher?

Se você já ouviu falar da psicologia das cores, fique por aqui que vamos explicar.

Você sabia que as cores utilizadas em anúncios, por exemplo, podem gerar diferentes emoções, positivas ou negativas, e impactar diretamente nas vendas? Muitas empresas já aderiram a isso como ponto de sucesso na hora de criar campanhas.

A psicologia das cores estuda o comportamento humano frente às cores, analisando seus efeitos, emoções e desejos. Com isso, os objetivos das marcas podem ser atingidos e alavancados. Quer saber o que cada cor significa? Olha só: 

Verde: Natureza, sorte, harmonia, lealdade, natureza;

Vermelho: Amor, paixão, energia, força, aventura;

Roxo: Justiça, arte, mistério, espiritualidade, imaginação;

Amarelo: Felicidade, positividade, curiosidade, clareza, criatividade;

Azul: poder, sucesso, segurança, objetivo, confiança;

Laranja: emoção, otimismo, entusiasmo, originalidade, liberdade;

Rosa: Intuição, respeito, feminilidade, gratidão, calma;

Branco: pureza, nobreza, ingenuidade, limpeza, suavidade;

Preto: poder, sofisticação, mistério, atemporalidade, prestígio.

 

Identidade visual: Mas existe cor certa para um negócio?

Algumas pesquisas afirmam que a identidade visual, segundo os olhares dos consumidores, é considerada primordial para a decisão da compra. Por isso que apostar no uso das cores certas pode destacar sua marca das concorrentes e ajudar nas compras. 

Assim como já falamos que a comunicação precisa mostrar os valores e objetivos da empresa, as cores utilizadas também devem. Por isso, para saber qual utilizar, é preciso entender a mensagem que você quer transmitir, comunicando da maneira correta com seu público.

Resumindo: os objetivos precisam estar muito claros na hora de utilizar a psicologia das cores no design e criação da marca. É sobre conexão com as pessoas, entendimento de suas emoções e certeza que, ao olhar, o cliente vai confirmar que é a sua empresa a escolhida. 

Veja mais

Digital

Pensando em ter um e-commerce? 

Pensando em ter um e-commerce?  As verdades que nunca te cotaram sobre o comércio eletrônico! Sabemos que cada vez mais o mercado online está crescendo

Quer impulsionar seu negócio hoje?

Posso ajudar?